Para que seu Windows 10 mantenha o sistema seguro e com desempenho bom, uma das coisas básicas que todo usuário deve fazer é ativar a virtualização da placa mãe. Essa simples configuração pode mudar muita coisa.

Virtualização

Acesse a BIOS/UEFI do seu computador geralmente as teclas de atalho (quando o computador ainda estiver ligando) para PC desktop são F8, Delete, Del, F10, F11 ou F12. Para notebooks e modelos similares são F2, Delete, Del, F11 ou F12. Após navegar pela BIOS/UEFI encontre e ativa a virtualização que pode ter o nome (Intel Virtualization Technology, Virtualization Technology, Intel-VT, AMD-V ou VT-D).

Foto: Sayro Digital/Reprodução

Procure essa opção em sua placa mãe, depois que encontrar ative esse recurso caso o mesmo esteja (Disabled) desabilitado.

Foto: Sayro Digital/Reprodução

Mude para Enabled. Por fim salve as configurações.



Foto: Sayro Digital/Reprodução

Desempenho e benefícios

O Windows utiliza o máximo desse recurso, o mesmo não serve apenas para virtualização de máquinas virtuais. Um exemplo disso é o Windows defender, ele reserva parte da memória ram que se mantém segura do resto do sistema do Windows. Outros programas como Kaspersky antivírus usa esse recurso para ativar módulos de segurança criando um ambiente virtual seguro com o Safe Money que protege o navegador do usuário em quanto o mesmo faz suas compras ou transações em um ambiente separado do resto do PC.

Foto: Sayro Digital/Reprodução

Esse ambiente virtual no sistema é conhecido como Sandbox. Como você já configurou a virtualização poderá desfrutar de usar esses recursos de ambientes virtuais no Windows através do Windows defender, do próprio sistema e programas de terceiros. Isso garante melhor desempenho do seu sistema e segurança aprimorada.

Foto: Sayro Digital/Reprodução