Internal Post --> Adsense #01

Conheça a Placa De Vídeo Da Intel: Intel Arc A770

Por sayro, 23.10.2022 às 20:06 64

O ano de 2022 está cheio de novidades para os consumidores de placas de vídeo: além do recente lançamento das RTX 40 e a chegada eminente das Radeon 7000 em novembro, a INTEL entrou na briga das GPUs ao lançar a Arc A380 e agora, sua intermediária, a Arc A770.

Nesse artigo, vamos destrinchar as principais características desse modelo, que chega para brigar com GPUs como a RTX 3060, e apresentar alguns benchmarks. Será que a Intel está pronta para batalhar no segmento de placas gamer? Confira a seguir.

A Intel entrou na luta

Por décadas, o mercado de placas de vídeo sempre foi dominado pela AMD e NVIDIA, e nos últimos anos a Intel mostrava muito interesse em reclamar uma fatia desse bolo. Para começar, o lado azul enfim lançou suas primeiras placas dedicadas, as Arc Alchemist A380 e A310. O começo, de fato, não foi bom, e as placas simplesmente não tem performance ou preço para competir.

Agora, em outubro, a Arc A770 dá as caras para ser o modelo intermediário da Intel, produzida com objetivo de rodar games em Full HD, com qualidade máxima e Ray Tracing ativado. Seus principais competidores seriam a RTX 3060 ou a RX 6600 XT.

A arquitetura e chip

fonte: intel

 

As placas Arc Alchemist conta com uma arquitetura chamada de Xe-HPG (High Performance Graphics), e a A770 utiliza chip ACM-G10, o mesmo utilizado na A750, mas com algumas estruturas a menos. No chip, a Intel inseriu oito Render Slices, contendo quatro núcleos Xe e quatro unidades de Ray Tracing. No total, a GPU conta com 32 núcleos computacionais.

O modelo é equipado com 16 GB ou 8 GB de memória VRAM GDDR6 a 2,6 GHz; interface de memória de 256-bit, largura de banda de 560 GB/s e TBP de 225W. Dessa forma, o modelo tem especificações bem interessantes para quem almeja jogar em Full HD ou, até mesmo, Quad HD.

Além disso, vale mencionar a Arc A770 vem com conector PCIe 4.0×16, e já traz a tecnologia AV1. O AV1, que também está disponível na RTX 4090, é um recurso de compactação, e descompressão de vídeo, o que deve melhorar a vida dos criadores de conteúdo.

Testes e benchmarks

Na teoria, a Arc A770 parece ser uma boa placa de vídeo, e durante testes de diversos veículos especializados, a GPU conseguiu bons resultados. O site TechPowerUp montou um gráfico com a performance média do modelo em Full HD, atingindo algo na casa dos 98 quadros. Em comparação, modelos bem consolidados, como as RTX 3060 e a Radeon RX 6600 XT ficam com uma média de 94 e 106 frames.

Em Quad HD o cenário também é muito interessante, visto que a GPU consegue uma média de 79 quadros por segundo. Embora a média seja realmente alta, vale se ligar nas mínimas e máximas, como em Warhammer III e Doom Eternal. Ainda assim, a caloura da Intel bate tanto a RTX 3060 quanto a Radeon RX 6600 XT, que variam na casa dos 4% de diferença.

Antes de entrar em testes específicos em 4K nos games, vale destacar benchmarks sintéticos de softwares como o 3DMark, no teste Time Spy Extreme. Tratando-se de força bruta, a GPU tem uma diferença de 7% em relação à sua irmã menor, a Arc A750. Versus a RTX 3060, sua principal competidora, as coisas mudam para uma diferença de 56%, segundo testes do PCGamer.

Voltando para os games, a Arc A770 se sai até que bem em 4k, porém, é preciso reiterar que esse modelo não é feito para rodar títulos nesta resolução. Os testes do TechPowerUp também não estão utilizando tecnologias de redimensionamento de imagem, logo, os resultados são de performance nativa no gráfico abaixo:

fonte: PcGamer

É perceptível que games mais competitivos, como Battlefield V, F1 e DOS 2 conseguem taxas mais altas, mas jogos narrativos e cinematográficos, como Dying Light e God of War ficam entre 30 a 40 quadros.

Vale a pena?

A Intel Arc A770 é uma placa que vem sendo bem elogiada pela imprensa internacional e traz um desempenho muito interessante, principalmente para o cenário Full HD, e também em eventuais jogatinas em Quad HD. Por enquanto, o modelo não está disponível no mercado brasileiro, mas se chegar por um preço entre R$ 2.100 a 2.499, vai competir diretamente contra as RTX 3060 e a RX 6600 XT, e se tornar uma boa opção ao consumidor.

Intel XeSS

Por fim, é preciso mencionar sobre o Intel XeSS, tecnologia de redimensionamento de imagem que, segunda a Intel, é capaz de bater de frente com o DLSS e o AMD FSR. Os testes ainda não se aprofundaram tanto no recurso, mas a tecnologia parece fazer um bom trabalho em reduzir o serrilhado das arestas. Em termos relativos ao desempenho, as resoluções QHD e 4K se saem melhor em Hitman 3, com variações de 20 a 30% a mais de performance.

fonte: TechPowrup

 

Comentários 0

Por favor, dê-nos o seu valioso comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Internal Post --> Adsense #02
    Internal Post --> Adsense #04

    Fique por dentro de tudo

    Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail

      newsletter