COMPARTILHAR

Sempre muito criticada sobre esse assunto (coleta de dados no Windows 10 ou telemetria) a Microsoft sempre rebateu que o Windows só enviava dados sobre uso de aplicações ou parar melhora a experiência dos usuários. Mesmo depois de um longo tempo desde o lançamento do Windows 10 “o que deveria já ter acontecido quando surgiu essas acusações” a Microsoft dá um importante passo rumo a transparecia com seus clientes.

Resultado de imagem para telemetria no windows

Já era hora!

Embora a empresa sempre se prontificou a explicar que o Windows 10 não pega dados confidencias dos seus usuários, precisava de algo mais sólido e transparente do que apenas palavras. Nesse artigo vamos mostrar como usar uma das ferramentas criadas pela gigante para ajudar os usuários a entender que dados são enviados e assim como também excluí-los.

Nota, esse recurso está presente apenas nas versões do Windows 10 April (Abril) Update.

  • Abra as configurações do seu Windows 10, clique na opção de privacidade. Depois clique na opção diagnóstico e comentários. Nota, para que funcione os passos a seguir, o Windows Update deve estar funcionando, assim como também você deve estar logado em sua conta Microsoft.

Diagnóstico e Comentários

  • Desça e habilite o botão na guia “visualizador de dados de diagnóstico” caso não esteja habilitado. Ao fazer isso o botão com a inscrição “visualizador de dados de diagnóstico” é mostrado para clique, clique no botão.
  • Ao fazer isso a loja será aberta, em seguida instale o app “diagnostic data viewer” depois de baixado e instalado abra-o.

Abra-o.



  • Ao abrir o app, note que é mostrado os dados coletados, tudo é organizado por datas e horários, ao clicar você pode visualizar aos dados enviados aos servidores da Microsoft. Clicando ao lado esquerdo é mostrado outras opções, uma lista por categoria é mostrada, assim você pode navegar por cada uma delas e verificar os dados.

Opções ao lado esquerdo.

Por fim ainda em configurações o usuário pode parar a coleta de dados ou nesse caso excluir os dados que foram coletados. Para isso clique no botão excluir, essa ação parar a coleta de dados, nesse caso para que Windows continue a mostrar os dados coletados, habilite o botão na guia “visualizador de dados de diagnóstico” e sempre que quiser pode verificar os dados “vazados”.

Depois de excluir os dados eles não são mostrados.

Feito a força? (Opinião Do Editor)

Acompanhamos recentemente mais um capítulo sobre esse assunto evolvendo o Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg, sempre foi alvo assim como a Microsoft de espionar seus usuários. Fato esse não negado pelo Facebook depois do escândalo envolvendo a Cambridge Analytica. Até então a empresa de Zuckerberg negava que espionava seus usuários. O efeito negativo dessa notícia acarretou em perdas bilionárias além dos inúmeros processos. O mesmo tem feito a Microsoft, ela vem se defendendo desde o lançamento do Windows 10.

Resultado de imagem para facebook logo

No dia 25 de maio de 2018 o novo acordo da União Europeia RGPD ou GDPR, (Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia) substitui as diretrizes trazendo mais rigor para empresas que violarem os direitos de privacidade de todos os cidadãos. Além disso as novas regras imporão as companhias uma melhor maneira de organizar os dados privados. Google e Facebook já estão sendo multadas por violarem essas novas regras.

Resultado de imagem para google logo png

Microsoft foi esperta e já começou a introduzir uma nova visão sobre a telemetria do Windows 10. O tutorial acima mostrou isso. Será que se ela se sentiu obrigada? Ou ficou com medo? O que você acha?